seo-checklist

SEO Checklist para otimizar seu conteúdo e ranquear no Google!

O SEO apresenta diversas atualizações e regras feitas para tornar o seu site ou blog o melhor possível para os mecanismos de busca e usuários. Seria ótimo ter um SEO checklist que tornasse todas essas regras um pouco mais organizadas, não é?

Estamos carecas de saber que o SEO é indispensável para alavancar seu site na SERP do Google e, mais do que isso, também sabemos que ele é cheio de pré-requisitos essenciais a serem seguidos.

Mas o que está por trás disso tudo? Você poderia gastar horas pesquisando por todas as regrinhas que fariam seus artigos dispararem em qualidade de acordo com as métricas do Google, mas nós preparamos esse artigo completo especialmente para você! 

Por isso, a Opti fez um SEO checklist com os tópicos mais importantes para ranquear no Google! Fique conosco até o final e boa leitura!

O que é SEO?

SEO é a otimização para mecanismos de busca, no qual você realiza aprimoramentos em seu site ou blog para torná-lo amigável ao Google e aos usuários e, assim, conquistar as melhores posições no ranking de resultados de busca.

Nenhuma estratégia de marketing digital passa batida pelo SEO, ele é crucial para ascensão de todo negócio que deseja ser visto pelos seus leads. 

Para confirmar essa importância, basta apenas dizer que grande parte dos consumidores realizam suas compras na internet. Portanto, se você não aparecer nos resultados de busca (que pode ser considerado como um “catálogo”), não será visto e, em consequência, não será lembrado.

seo-checklist

SEO Checklist : os pilares

Como dissemos lá em cima, existem alguns conceitos básicos e atemporais que deve ser aplicados em toda estratégia SEO. Vamos começar o SEO checklist por eles!

Pesquisa de palavra-chave

Palavra-chave é o termo utilizado para fazer pesquisas nos motores de busca, e são todo pilar sobre o qual seu conteúdo se estrutura. Ou seja, é por ela que se tudo começa.

Ela é essencial para conseguir aumentar seus acessos através do tráfego orgânico, pois é através dela que o usuário encontra os resultados que batem com seu interesse de pesquisa. 

Mas como saber qual palavra-chave usar? Conhecendo sua persona! Quando você sabe as intenções e dores do seu cliente ideal, fica mais fácil imaginar quais serão as palavras-chave de suas buscas. 

Quais são seus interesses e objetivos? Em qual nível do funil ela está? Tudo isso vai servir de direcionamento para seu conteúdo e posicionamento estratégico das palavras-chave. 

Meta-title 

O que é meta-title? Também conhecido como SEO title, ele é o link azulzinho que aparece nos resultados da página de busca e na aba do seu navegador depois que você clica nele. 

Ele serve para mostrar aos mecanismos de busca e algoritmos sobre o que seu conteúdo trata. 

Quando você não define um bom meta-title, fica aberto ao Google escolher por você. Ele faz isso selecionando algum trecho do seu texto, que não vai estar otimizado pensando na sua persona, o que pode confundir os resultados.

Para desenvolver um bom meta-title, é preciso seguir alguns critérios: 

  • Tamanho do meta-title: é importante não criar meta-titles muito longas, o ideal é que tenha no máximo 55 caracteres para ficar totalmente visível para o formato web e mobile.
  • Use palavras-chave: o meta-title também é um ótimo lugar para inserir keywords, de preferência logo no início. Essa é a parte que mais chama atenção dos robôs do Google.
  • Seja sincero: não crie títulos mirabolantes apenas para atrair visitantes. Se seu meta-title for algo alarmista demais ou sensacionalista, a impressão do seu site pode se tornar negativa, já que os usuários vão entrar, se deparar com um conteúdo diferente do que viram na página do buscador, e sair. Lembre-se que o tempo de permanência na página também é um fator importante para o Google. 

Meta-description

A meta-description não é considerada um fator de ranqueamento, mas isso não significa que é irrelevante nesse SEO Checklist. 

Não podemos pensar em SEO somente olhando para os mecanismos de busca – é preciso colocar o usuário como prioridade também. 

A meta-description é a pequena descrição que aparece abaixo do meta-title nos resultados de busca. Ele é a “chamada” para conteúdo, mostrando do que ele se trata e o que o usuário vai ganhar ao clicar no seu site.

Seguindo o mesmo raciocínio do tópico anterior, é importante ser sincero no que você diz na meta-description Por isso, não crie expectativas no seu lead se não puder atendê-las com qualidade.

Legibilidade e estrutura do seu conteúdo

Legibilidade é o fator que determina a facilidade de leitura do seu texto. Construir um texto legível significa criar um conteúdo democrático, de fácil entendimento, que seja acessível a todos.

Dentro dessa categoria também entra o quão “cansativo” pode ser a leitura do seu artigo, que aborda, por exemplo, o uso de palavras rebuscadas. 

A estrutura também é importante, pois além das palavras rebuscadas, outro fator que influencia muito na facilidade de leitura é o tamanho dos parágrafos e quantidade de palavras em cada bloco de texto. 

O ideal é que não haja mais de 4 linhas em cada parágrafo e que cada bloco de texto não ultrapasse o total de 300 palavras. 

Uso de imagens 

Sim, as imagens também estão incluídas neste SEO Checklist, já que seu uso também faz parte das estratégias de SEO. Sendo assim, elas são indispensáveis para ranquear nos buscadores. 

As imagens são mais atrativas aos olhos humanos do que textos e, além disso, nós registramos e temos capacidade de memorizar imagens de forma muito mais efetiva do que palavras. 

Assim, é importante que tanto imagens que fazem ferência ao seu artigo, quanto os infográficos que o complementam, passem por uma otimização! Dessa maneira, você se atenta a aspectos como:

  • Relação com o conteúdo da página;
  • Boa qualidade;
  • Direito de uso da imagem;
  • Bom título;
  • Uso de texto alternativo.

URL amigável 

A URL é o endereço do site, aquele que normalmente começa com “www.”. Como nada passa batido pelo SEO, ele também é um fator importante para a estratégia.

Sendo assim, é importante que sua URL contenha a palavra-chave e seja de fácil entendimento. A parte da URL que estamos falando é o final, onde aparece uma referência ao conteúdo da página.

Por exemplo: blog.opti.marketing/marketing-digital/ , que diz respeito justamente a uma publicação sobre marketing digital.

Não esqueça de preencher o campo de URL, pois caso o deixe em branco, uma URL aleatória substituirá e isso não vai ser muito bom aos olhos do Google. 

seo-checklist

Como produzir conteúdo com a ajuda desse SEO Checklist?

Vamos aos “finalmente” deste SEO Checklist. Apesar de ter inúmeras atualizações por ano, o algoritmo do Google ainda exige alguns pré-requisitos atemporais que podem ser aplicados em qualquer produção de conteúdo

Confira alguns deles: 

Estude sua persona

Persona é a representação do seu cliente ideal, aquele que você pensou na hora de criar sua marca ou empresa. 

Sua persona, imaginando que ela é uma pessoa com ambições e dores, possui uma linha de comportamento, assim como você que está lendo e eu que estou escrevendo. 

Analise o que ela faz, como funciona seu dia a dia, o que ela gosta de consumir e como ela se comporta perante a vida e os obstáculos. Tudo isso vai te dar uma base para começar a pensar no conteúdo ideal para ela.

O foco principal de todo esse trabalho de personificação é conseguir enxergar sua dor, ou seja, o problema que ela precisa solucionar. Isso pode levar um pouco de tempo, pois muitas vezes nem ela sabe que está com algum problema.

Aí entra a importância de criar um conteúdo qualificado a ela, já que o intuito será trazer esse insight, acender um interruptor na mente da sua persona: “eu realmente não tinha parado para pensar nisso”. 

Conhecer sua persona com profundidade, como se ela fosse sua melhor amiga, vai te ajudar a lhe entender e prever que tipos de buscas ela fará.

Se você sabe que ela é iniciante em SEO, por exemplo, ela pode estar tendo dores de como analisar seus artigos que já estão prontos e identificar onde errou e onde acertou aos olhos do Google. Assim, uma pesquisa que ela provavelmente irá fazer será “ferramentas de análise de SEO”

Use palavras-chave primárias e secundárias 

Depois de fazer pesquisa de palavra-chave, você deve ter percebido alguns termos semelhantes, que se aproximam ou complementam sua palavra-chave principal. Estas são as palavras-chave secundárias, que ajudam a ranquear seu post, fortalecendo a primária. 

Algumas pessoas podem pesquisar por “palavras-chaves ou palavras-chave” por exemplo, a fim de entender qual é o plural desse substantivo. Assim, mesmo que seu artigo não seja sobre dicas de ortografia e gramática, ter essa palavra-chave no seu conteúdo vai fazer com que ele apareça em mais resultados de pesquisa. 

Link building é um fator crucial para se ter em um conteúdo SEO. Isso porque, dentro dele, estão inseridos os links internos e externos.

Os links internos são os links que levam o leitor para outra página do seu blog, normalmente outro artigo. Esse clique gera importantes conversões e mostra ao Google que seu site possui conteúdos relevantes que engajam o visitante. 

Já o link externo é uma conexão com outro site, que pode gerar autoridade para sua página, mas apenas se usado da forma correta. 

Se seu link externo for para uma página desconhecido, sem conteúdos relevantes e com riscos de ser considerada de baixa autoridade pelo Google, seu site pode ser penalizado e até perder algumas posições no buscador. Por isso, é preciso prestar atenção aos links que você usa e associa ao seu portal. 

Call to Action

Call to action são as chamadas para ação que funcionam como gatilho mental em seus conteúdos. Sendo assim, eles chamam seu visitante para efetuar uma ação, que resulta em uma conversão para você. 

Pode ser clicar em um link, baixar um ebook, preencher um formulário… O call to action dá ao leitor a abertura para fazer algo que trará benefícios a ele, e isso precisa estar bem claro quando for formular sua CTA ao cliente – caso contrário parecerá vazio e seu cliente passará reto por ele.

seo-checklist

SEO Checklist técnico 

O SEO técnico pode ser considerado como um bastidor do SEO, com uma série de medidas e otimizações que repercute no SEO on Page. Sem a parte técnica, os conceitos que citei anteriormente não serão tão efetivos assim… Assim como um bom show de música não acontece sem os ajustes dos instrumentos antes do evento. 

Vamos ver agora os pilares do SEO técnico que garantem a melhor experiência ao usuário:

Velocidade de carregamento 

A velocidade de carregamento do seu site também faz parte do SEO, já que esses sites possuem uma taxa de rejeição muito maior. 

De forma nua e crua: o usuário não quer esperar para ter acesso ao seu conteúdo quando existem tantos outros disponíveis na internet que, além de carregar mais rápido, podem oferecer um conteúdo melhor que o seu. 

Blog responsivo 

Ter um blog responsivo significa tornar ele adaptável para vários formatos de comunicação, com um design intuitivo para todos. Por exemplo: um bom formato para web, mobile, tablet… 

É por aí que começa uma interação entre seu lead e seu site, pois se ele não apresentar uma interface amigável e agradável, não tenha dúvidas de que seus usuários irão partir em busca de outro site. 

Conteúdo duplicado

Como o próprio nome já diz, conteúdo duplicado é a prática de manter conteúdos iguais, ou muito parecidos, no mesmo domínio e em páginas diferentes.

Esta é uma técnica existente dentro do SEO Black Hat, que consiste no conjunto de maus costumes do SEO, cujo objetivo é burlar o algoritmo dos buscadores e, por fim, alcançar o topo de forma antiética. 

Disponibilidade

A disponibilidade diz respeito à hospedagem dos sites e blogs, que precisa se manter estável. Ou seja, sem quedas constantes e erros. 

O famoso “erro 404” é um exemplo de quando a disponibilidade de um site está ausente.

Quer acompanhar o crescimento do seu blog após aplicar as dicas que demos neste checklist? Venha com a Opti!

Depois do direcionamento que demos neste artigo, com certeza você está entusiasmado para ver seu site disparar na SERP! 

Com a Opti você pode:

  • Monitorar sua posição na SERP do Google;
  • Obter o histórico de palavras-chave;
  • Como estão ranqueadas nos buscadores;
  • Saber se está sofrendo alguma punição. 

E mais: a Opti é integrada ao WordPress, e faz uma análise do seu conteúdo, trazendo sugestões de SEO e legibilidade para corrigir possíveis erros. Com a Opti você pode fazer tudo isso na mesma plataforma! 

Confira os planos e assine 7 dias de teste grátis!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.