Como melhorar o SEO de um ecommerce: guia completo!

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Alcançar mais tráfego qualificado é a prioridade de qualquer empresa de comércio eletrônico. Mas como atrair visitantes para sua loja online sem gastar muito em publicidade e marketing? A principal alternativa é saber como melhorar o SEO de um ecommerce.

A otimização de mecanismos de pesquisa de um ecommerce (SEO) é uma prática essencial para despontar o seu negócio. Afinal, essa estratégia auxilia na otimização do seu site para atender às práticas recomendadas dos mecanismos de pesquisa. Além disso, atualiza seu conteúdo para refletir o que seus clientes estão procurando.

Conforme o Statista, a taxa composta de crescimento anual das vendas de comércio eletrônico no varejo de 2023 a 2027 estima um aumento de 14,07% no ecommerce brasileiro. Por isso, é fundamental que seu negócio esteja preparado.

Assim, os benefícios do SEO para proprietários de lojas incluem aumento de visitantes, reconhecimento da marca e vendas. Mas com atualizações constantes dos algoritmos do mecanismo de pesquisa, pode ser difícil saber como abordar a otimização de pesquisa.

Então, confira esse guia completo de como melhorar o SEO de um ecommerce e atingir seu público-alvo com mais eficiência e menos recursos investidos em tráfego pago. Continue com a Opti e boa leitura.

como melhorar o SEO de um ecommerce
Como melhorar o SEO de um ecommerce? DIversas estratégias podem ser aplicadas para colocar a sua marca no topo dos buscadores – Foto: Pexels.

O que é SEO para ecommerce?

O SEO é a sigla para Search Engine Optimization — ou otimização para mecanismos de busca, em tradução livre. Assim, trata-se de um conjunto de técnicas e estratégias utilizadas para otimizar páginas da web e melhorar seu posicionamento nos resultados de busca dos mecanismos de pesquisa, como o Google.

Já o ecommerce, ou comércio eletrônico, é um modelo de negócios no qual todas as transações comerciais são conduzidas online. O processo inteiro, desde a seleção do produto até o pagamento, é feito digitalmente. O único aspecto físico é a entrega dos pedidos aos compradores.

Além disso, o ecommerce depende muito do marketing digital para a promoção de produtos e/ou serviços e aquisição de clientes, oferecendo conveniência e flexibilidade tanto para compradores quanto para vendedores. Então, os principais canais de venda online incluem lojas virtuais, marketplaces e plataformas de mídia social.

Nesse sentido, o SEO para ecommerce é a aplicação de técnicas de otimização de mecanismos de busca em sites de comércio eletrônico. O principal objetivo é melhorar a visibilidade e a classificação do site nos resultados dos buscadores, como o Google, para que os potenciais clientes possam encontrá-lo com mais facilidade.

Desse modo, a prática envolve a otimização de palavras-chave relevantes, a criação de conteúdo de qualidade, a melhoria da experiência do usuário, o uso de metadados adequados, a otimização de URLs e a construção de links de qualidade. Em resumo, o SEO para e-commerce é essencial para atrair tráfego orgânico e aumentar as vendas online.

Você também pode se interessar por:

O que faz o SEO para ecommerce?

As tarefas envolvidas no marketing de SEO para ecommerce são variadas. Assim, elas incluem a criação de conteúdo que satisfaça as consultas de palavras-chave digitadas nos mecanismos de pesquisa, como o Google.

Por exemplo, uma loja de comércio eletrônico como a Insider, que vende roupas com tecidos anti suor e odor aliados a design inovador, pode melhorar o SEO de seu site criando conteúdo sobre “como garantir conforto e estilo em uma peça”.

Outras atividades de SEO para ecommerce envolvem aumentar a velocidade de carregamento das páginas, além de escrever descrições detalhadas de produtos e, por fim, adquirir links de sites confiáveis.

Ou seja, os sites de comércio eletrônico utilizam o SEO como estratégia para gerar mais tráfego qualificado. Desse modo, pode-se atrair visitantes que fazem consultas relacionadas aos seus produtos e marca.

Por que SEO para ecommerce é importante?

O comércio eletrônico pode se beneficiar, e muito, com o SEO. De fato, muitas pessoas argumentam que as lojas de comércio eletrônico precisam se concentrar ainda mais em SEO para fins de classificação e aquisição de clientes.

Ranquear um site de comércio eletrônico pode parecer difícil. Agências, freelancer, ou seja, qualquer profissional de SEO se depara com diversos desafios, como colocar palavras-chave em pequenas descrições, garantir que seu site seja fácil de usar, verificar se há imagens ultrapassadas e muito mais. SEO para ecommerce não é fácil.

No entanto, o SEO para comércio eletrônico também é necessário, principalmente se você tiver um novo negócio. Portanto, aprender sobre os meandros do comércio eletrônico e como otimizar seu site para um SEO adequado e eficaz é obrigatório.

Segundo o Digital Catalyst, esses são os benefícios de como melhorar o SEO de um ecommerce:

  • Melhora a familiaridade da sua marca na experiência de compra do cliente;
  • Melhora as vendas aumentando o tráfego qualificado do seu site;
  • SEO supera outros esforços de marketing em termos de despesas;
  • Com SEO para comércio eletrônico, você pode alcançar a perfeição em 360 graus;
  • Técnicas de SEO são mais duradouras e eleva outros esforços de marketing.

Benefícios de melhorar o SEO de um ecommerce

Ecommerces de sucesso dependem de grandes volumes de tráfego de qualidade. Isso, via de regra, é alcançado por meio de várias estratégias de marketing e publicidade. Assim, anúncios pagos em mídias sociais e anúncios pagos em mecanismos de pesquisa são algumas delas.

Desse modo, em meio à tantas opções, a otimização de mecanismos de pesquisa (SEO) pode ser esquecida como uma parte crucial da estratégia de marketing de um comércio eletrônico. Geralmente, isso ocorre porque outros métodos oferecem aos proprietários de empresas e profissionais de marketing uma fonte de tráfego mais previsível e imediata.

No entanto, existem vários benefícios do SEO que o tornam igualmente valioso aos outros métodos de marketing e publicidade. Neste guia, apresentaremos um resumo dos benefícios da execução de SEO para seu site de ecommerce.

1. Visibilidade orgânica é a melhor forma de estar visível na experiência de compra do cliente:

Qualquer mecanismo de pesquisa pode direcionar tráfego para o seu site. De acordo com um relatório da Forbes, os resultados da primeira página do Google geram 71% do tráfego de pesquisa online. A perspectiva é que nos próximos anos a porcentagem aumente para até 92%. Então, lembre-se: se o seu site não estiver visível no Google, também não estará visível para o cliente.

Conforme estudos recentes, o primeiro resultado orgânico na pesquisa do Google possui uma taxa de cliques média de 28,5%, enquanto o segundo e o terceiro têm uma taxa de cliques de 15% e 11%.

Além disso, o novo recurso de “Featured Snippets” e outros recursos do Google, como “As pessoas também pedem”, “Perto de mim” e “Perto de” elevou ainda mais a importância do SEO. Os trechos em destaque são uma tentativa do Google de oferecer aos usuários respostas rápidas e instantâneas.

Os featured snippets aparecem em 12,29% dos resultados de pesquisa, de acordo com um estudo do Ahref. Assim, eles são mais eficazes do que a classificação número 1. Se um snippet aparecer acima dos resultados n.º 1, a parcela de cliques será reduzida para 19,6%.

Isso implica ganhar os primeiros lugares nas SERPs e significa que sua marca perderá muito tráfego e visibilidade na primeira fase de sua jornada de compra.

2. Melhorar as vendas aumentando o tráfego do seu site: resultados SERPs

Números da Pesquisa Consumidor Digital 2020, da Conversion, mostram que 62,5% das pessoas fazem alguma pesquisa no Google sobre marcas ou produtos.

Antes de entrar em contato com um vendedor, 47% dos consumidores olham o conteúdo da empresa. Portanto, se sua empresa não estiver visível em um espaço muito valorizado como esse, você estará perdendo a chance de orientar sua decisão de compra.

Assim, sua marca é afetada de maneira significativa se não tiver uma presença online:

  • As compras vão desacelerar;
  • Seus concorrentes irão superar você;
  • A confiança dos clientes não será garantida mesmo se você realizar campanhas pagas;
  • SEO desempenha um papel significativo no crescimento das vendas e na visibilidade.

3. SEO supera outros esforços de marketing em termos de despesas:

Os custos de tráfego, cliques, impressões e conversões associados às estratégias de SEO são 0, ao contrário das campanhas de busca paga. Desse modo, manter uma equipe de SEO ou contratar profissionais de SEO para implementar estratégias tem um custo, mas proporcionalmente menor.

Campanhas pagas, como marketing de influenciador, duram apenas enquanto a campanha estiver ativa. Nesse sentido, você verá resultados de campanhas pagas apenas se continuar gastando.

Vale lembrar que, as campanhas pagas são descartadas se você tiver um orçamento de marketing apertado. Então, uma campanha de SEO eficaz pode manter a fábrica funcionando sem incorrer em custos adicionais durante tais circunstâncias.

As constantes atualizações do Google em seu algoritmo tornam um desafio manter uma forte presença de SEO. Assim, os profissionais de marketing enfrentam novas dificuldades sempre que o Google lança uma nova atualização. A atualização do BERT do Google, o princípio EEAT, os featured snippets exigem que as marcas permaneçam no controle de seu SEO. Resumindo, SEO é um processo contínuo.

Desse modo, criar ou otimizar processos orgânicos de direcionamento de tráfego é um método contínuo e econômico que fornece bons resultados.

4. Com SEO para ecommerce, você pode alcançar a perfeição em 360º graus:

Em um giro 360, planejar seu site de todos os ângulos facilita a classificação orgânica. Motivo? Os algoritmos do Google incluem vários critérios para classificar um site de comércio eletrônico.

Além disso, melhorar a responsividade de um site, acelerar o carregamento da página e implementar aspectos de segurança são considerados fatores de classificação.

Para o conteúdo, fatores como autenticidade, palavras-chave apropriadas, rich snippets, etc., exigem que as equipes de marketing utilize técnicas de SEO para ecommerce para entregar conteúdo relevante.

Nesse sentido, todos esses fatores garantem que o cliente e sua marca tenham resultados positivos.

5. SEO é perene e eleva outros esforços de marketing:

Quando comparados às campanhas pagas, os resultados da pesquisa orgânica geram benefícios de SEO a longo prazo. Desse modo, quanto mais tempo você mantiver sua posição no topo, maior será seu CTC (Custo para empresa) e sua taxa de conversão.

No caso de campanhas pagas, esses esforços financeiros são de curto prazo. Assim, quanto a verba diminuir, voltará à posição anterior.

Embora o SEO seja um processo contínuo, ele precisa de monitoramento e melhorias contínuas; o esforço aumenta suas posições existentes, ao contrário das campanhas pagas, onde você precisa começar do zero.

O SEO também contribui para potencializar outras campanhas de marketing. Às vezes, quando os visitantes saem do seu site sem comprar por vários motivos, as campanhas pagas, plataformas de mídia social, jornais online e outros sites podem trazer esses clientes de volta.

Como os clientes já visitaram a loja da marca, as marcas podem criar anúncios de retargeting e mensagens de marketing mais eficazes. Nesse sentido, quando essas informações em primeira mão forem obtidas por meio de esforços de SEO, serão elaboradas campanhas de retargeting de grande sucesso.

Assim, isso implica que os motores de busca afetam o processo de tomada de decisão das pessoas. De modo geral, incluir procurar informações, encontrar uma loja próxima, obter aconselhamento especializado ou encontrar um produto ou serviço; tudo começa com motores de busca. Cada ação que os usuários tentam realizar online vincula-se aos mecanismos de pesquisa.

Como o conteúdo é ranqueado no Google?

A pesquisa do Google usa um algoritmo complexo para processar e classificar bilhões de páginas da web. Dessa forma, busca-se oferecer os resultados mais relevantes aos usuários. Por isso o processo pode ser dividido em várias etapas, explicadas a seguir.

como melhorar o SEO de um ecommerce
Quando o Google rastreia a web, ele analisa cada página, extrai o conteúdo e armazena uma cópia da página no índice – Foto: Pexels.

Rastreamento:

A primeira etapa do processo é descobrir novas páginas da web e adicioná-las ao índice do Google. Desse modo, um software automatizado chamado “spiders ou crawlers” segue os links de uma página para outra e indexa o conteúdo encontrado.

Assim, os rastreadores do Google vão de uma página para outra e armazenam informações sobre o que encontram em todo o conteúdo disponível publicamente. À medida que o spider rastreia um site, ele faz uma cópia da página e a adiciona ao índice de pesquisa.

Indexação:

Depois que uma página for descoberta e rastreada, a próxima etapa é indexar seu conteúdo. Então, o buscador analisa o texto e outros elementos da página, como imagens e vídeos, e extrai informações significativas. Por exemplo: palavras-chave, para criar uma entrada no índice do Google.

Processamento da pesquisa:

Quando um usuário insere uma consulta no Google, o mecanismo de busca usa algoritmos avançados para combinar a consulta com as páginas mais relevantes em seu índice.

Nesse sentido, o algoritmo considera centenas de fatores ou sinais de classificação, como a relevância do conteúdo, além de verificar o número de backlinks de qualidade e a localização e histórico de navegação do usuário.

Resultados:

Por fim, o Google retorna os resultados mais relevantes ao usuário por meio de uma lista de páginas web. Os resultados são classificados por relevância, com as páginas mais relevantes aparecendo no topo da lista.

Além disso, o Google também utiliza diversos recursos para aprimorar a experiência de pesquisa dos usuários, como rich snippets, que fornecem informações adicionais sobre o resultado e o Knowledge Graph, que fornece um resumo das informações relacionadas à consulta.

Como melhorar o SEO de um ecommerce?

Entender como melhorar o SEO de um ecommerce é grande diferencial, já que com o aumento da concorrência no mercado online, é preciso de uma abordagem abrangente de SEO.

Desse modo, uma estratégia de SEO para comércio eletrônico inclui a realização de pesquisas de palavras-chave, escrita de conteúdo amigável para SEO, construção de backlinks, otimização da estrutura do site e monitoramento do desempenho de SEO.

Assim, confira esse guia completo para aprender a como melhorar o SEO de um ecommerce:

1. Analise o volume de pesquisa de palavras-chave e intenção do usuário

A primeira etapa em qualquer estratégia de SEO para ecommerce é identificar termos de pesquisa de alto valor que seus clientes em potencial estão usando. Assim, as pesquisas de palavras-chave de comércio eletrônico podem ser conduzidas de várias maneiras, mas são um pouco diferente da pesquisa de palavras-chave tradicional.

Embora a maioria dos sites se preocupe apenas com palavras-chave informacionais, é benéfico segmentar uma combinação de palavras-chave informativas e comerciais, como esta:

como melhorar o SEO de um ecommerce
Como melhorar o SEO de um ecommerce? não é suficiente apenas classificar; se deja altas taxas de conversão, seu negócio precisa ranquear palavras-chave que sejam relevantes para o seu negócio – Foto: Google.

Os usuários que buscam por palavras-chave informacionais procuram respostas, guias e explicações. Nesse sentido, blogs e sites com muito conteúdo se preocupam mais com essas palavras-chave. Entretanto, os ecommerces também utilizam keywords em blogs, mas também têm como alvo palavras-chave que mostram intenção de compra, como “capas de chuva para pets”.

Previsões de preenchimento automático do Google

Então quando o usuário faz uma busca no Google, seu recurso de preenchimento automático sugere consultas relevantes:

como melhorar o SEO de um ecommerce
Como melhorar o SEO de um ecommerce? Parte da estratégia é a pesquisa de palavras-chave, um aspecto importante da otimização de motores de busca – Foto: Pexels.

Essas sugestões de preenchimento automático podem ser uma mina de ouro para ideias de palavras-chave, especialmente quando você já tem algumas palavras-chave básicas em mente. Além disso, nNão se esqueça de verificar também as consultas de pesquisa relacionadas na parte inferior do SERP.

Escolha as palavras-chave certas para seu ecommerce

Nenhum site de comércio eletrônico pode atingir todas as palavras-chave. Com base em seus clientes e produtos, é preciso decidir quais palavras-chave vale a pena tentar classificar. Então, considere os seguintes fatores:

Volume:

Quanto maior o volume de pesquisa de uma palavra-chave, maior será o tráfego potencial para seu site. Desse modo, descobrir o volume de pesquisa por palavras-chave utilize uma ferramenta de pesquisa de palavra-chave. No mercado, estão disponíveis diversas, como a gratuita como o Google Keyword Planner ou a SEMrush, recurso pago.

Concorrência:

Quanto menor a concorrência, maior a probabilidade de você classificar uma palavra-chave. Assim, as ferramentas de SEO mostrarão dificuldade/concorrência de palavras-chave (KD).

Relevância:

Quão relevante é a página do seu produto ou página da categoria para o termo de pesquisa? Este é um grande fator de classificação que muitas vezes é negligenciado. Desse modo, atenha-se a palavras-chave que seus produtos realmente satisfaçam. Você não está enganando o Google.

Intenção de busca:

Segmentar as palavras-chave que mostrem a intenção de comprar ou aprender sobre um produto. Normalmente, vale avaliar a intenção apenas observando uma palavra-chave. Por exemplo, se você possui uma loja de noivas, qual pesquisa tem a intenção mais relevante: “vestidos de noiva” ou “vestidos de trabalho”?

2. Simplifique a arquitetura do seu site

Ao adicionar produtos e categorias à sua loja, lembre-se de que a arquitetura do site desempenha um papel importante na otimização de pesquisa. Em particular, se você deseja ter uma hierarquia distinta de navegação, desde sua página inicial até as categorias de produtos e os produtos listados nelas.

Os bots de mecanismos de pesquisa podem rastrear suas páginas e produtos em seu site com base em uma estrutura de links internos clara que é fácil de seguir – e não muito profunda.

A regra para mecanismos de pesquisa e visitantes é garantir que as pessoas possam acessar tudo com três cliques. Na página inicial, eles devem fazer no máximo três cliques para acessar qualquer produto do seu site.

Então, esse é mais um dos passos para aprender a como melhorar o SEO de um ecommerce.

Links internos:

Quanto mais tempo você conseguir manter os visitantes navegando em seu conteúdo, mais chances você terá de fazer uma venda. Assim, links internos relevantes para outras páginas do seu site ajudam os clientes em potencial a navegar e descobrir informações ou produtos.

Glossário de marketing digital

Em seu texto âncora (as palavras nas quais você coloca o link interno), certifique-se de incluir a palavra-chave alvo literalmente. Desse modo, podem ser usados ​​para direcionar os clientes a páginas de produtos, páginas de categorias e conteúdo educacional relevantes.

Mas muito cuidado: um ou dois links a cada poucas centenas de palavras são suficientes.

Os links internos têm dois propósitos principais:

  • Impulsionando o SEO do comércio eletrônico, mostrando como as páginas estão relacionadas entre si;
  • Aumentar o tempo no site, incentivando os visitantes a explorar ainda mais o seu site.

Links para produtos relacionados ou artigos de blog ricos em informações podem ajudar a melhorar o SEO do ecommerce. E, assim, tornar seu site mais tentador para mergulhos profundos.

Otimize páginas de produtos:

As páginas de produtos são a força vital do seu negócio, então você vai querer concentrar grande parte de sua energia na otimização delas. Desse modo, muitos proprietários de comércios eletrônicos, de forma simpliesta, escrevem algumas linhas de texto sobre cada produto e exibem uma imagem ou vídeo.

Entretanto, mais informações nas páginas de seus produtos permite que o Google possa encontrá-los. Aqui estão as coisas específicas nas quais você deseja trabalhar.

Nome do produto:

O nome do seu produto é muito importante. Na maioria dos casos, também é usado no título SEO e no URL da página do seu produto. Por isso, você pode considerar adicionar um termo de pesquisa ou frase de palavra-chave comum aos seus produtos.

Por exemplo, se você vende camisetas, inclua “camiseta” ou “camisetas” no nome do produto. Dessa forma, a palavra-chave também vai parar no título e URL do SEO.

Como um bônus adicional, quando as pessoas compartilharem seu produto no Facebook ou Pinterest, essa palavra-chave estará no título da postagem compartilhada.

Otimização de imagens:

As imagens são uma parte importante da página do seu produto. Coloque-se no lugar do seu cliente por um momento. É mais provável que você compre um produto em um site que o represente claramente de todos os ângulos possíveis, em um site que não tenha nenhuma imagem ou em um site pequeno e ilegível?

As imagens não são importantes apenas para seus clientes, mas também para a otimização de pesquisa.

Para otimizar adequadamente suas imagens para pesquisa, comece com o nome do arquivo. Não adicione imagens chamadas IMG0010.jpg às páginas de seus produtos. Em vez disso, use o nome e a palavra-chave principal, como camiseta-branca-gola-alta.jpg.

Se você tiver visualizações alternativas de seu produto, inclua palavras-chave que as pessoas usariam se estivessem procurando por essas imagens na pesquisa.

como melhorar o SEO de um ecommerce
Avalie se há consultas de pesquisa suficientes sobre as características de um produto para identificar se sua página deve ser indexada – Foto: Google.

Além disso, ao adicionar imagens à página do produto, inclua o nome do produto e a palavra-chave no texto ALT da imagem.

Qual o resultado dessa estratégia? Agora, suas imagens têm a chance de aparecer na pesquisa de imagens do Google, conforme mostrado na imagem acima, ou até mesmo na página principal de buscadores como parte da exibição de mídia adicional.

Vídeo

Ajude seu cliente a se sentir mais confiante em suas compras adicionando também um vídeo à página de seu produto. O vídeo pode conter informações básicas sobre o seu produto (como um comercial). Ou, até mesmo, um vídeo de instruções sobre maneiras de usar o produto para obter resultados ou depoimentos de pessoas que usaram o produto.

Publicar vídeos fora do local em redes como o YouTube pode ser uma ótima maneira de atrair e educar clientes em potencial sobre seus produtos.

Os vídeos são maneiras dinâmicas e visuais de apresentar sua marca e seus produtos, com diferentes abordagens – Vídeo: YouTube.

Vídeos educativos DIY, por exemplo, podem mostrar às pessoas como criar algo incrível incorporando seus produtos. Assim que tiverem a ideia de trabalhar nesse projeto, será mais provável que comprem seus produtos relacionados.

Avaliações de clientes:

As avaliações são outra maneira de aumentar a confiança do cliente em seu produto. Portanto, se você tiver um bom produto, permita que os usuários o avalie.

Críticas negativas também nem sempre são ruins. Pense nisso: se você tiver um item com preço mais alto e ótimas críticas, e um item com preço mais baixo com avaliações moderadas, então as pessoas estarão mais propensas a escolher o item com preço mais alto, resultando em maiores vendas para sua empresa.

Conteúdo de perguntas frequentes (FAQs):

As pessoas fazem perguntas sobre seus produtos? Claro que sim. Ter conteúdo de perguntas frequentes específico do produto nas páginas de seus produtos é a chave para as conversões.

Se os clientes tiverem perguntas que você não responde, eles irão a outro lugar para encontrar essas respostas – e provavelmente comprarão da fonte que responde às perguntas.

FAQ
Os FAQs permitem que você lide com dúvidas específicas que seus clientes têm sobre sua empresa. Eles também representam outra forma de alcançar e se conectar com seu público-alvo – Foto: Insider.

Ter uma página geral de perguntas frequentes em seu site também é uma boa ideia. Responder a perguntas básicas sobre as políticas de segurança, envio e devolução do seu site pode aumentar a confiança do comprador, gerando mais vendas.

Você também pode se interessar por:

3. Homepage SEO ou SEO on page

A página inicial é onde a maioria das empresas concentra seu orçamento e energia de SEO. Embora seja definitivamente uma das principais páginas do seu site para otimizar, não é de forma alguma a única em que você deve se concentrar.

Dito isso, você deseja otimizar bem sua página inicial. Então, confira os principais aspectos de SEO on page para adicionar e otimizar:

Homepage Title Tag (Título):

As title tags em SEO é um dos elementos mais importantes da otimização de pesquisa no site. Desse modo, deve incluir o nome da sua empresa junto com a palavra-chave principal. Assim, a title tag com menos de 70 caracteres e de uma forma que seja atraente para os visitantes da pesquisa.

Meta Description:

Embora a meta descripition não seja essencial no que diz respeito à classificação de palavras-chave, ela pode ser incluída pelo Google abaixo do título. Em se tratanto de especificidades, a metadescrição é uma descrição de 160 caracteres do seu ecommerce. Então, escreva de uma forma que incentive as pessoas a visitar seu site.

Conteúdo da página inicial:

O conteúdo da sua página inicial deve ajudar os visitantes a aprender mais sobre o seu negócio e os produtos que você oferece de forma clara e concisa. Desse modo, evite sobrecarregar os visitantes com muitas informações.

Lembre-se: considere apresentar seus principais produtos na página inicial e sua proposta de venda exclusiva.

Homepages desorganizadas podem confundir os visitantes e também os mecanismos de pesquisa. Por exemplo, talvez você venda produtos em muitas categorias diferentes. O Google terá dificuldade para identificar o que você vende e qual seu público-alvo. Portanto, seja específico sobre o que seu site oferece.

4. Otimizando além do óbvio: SEO técnico para aumenta a visibilidade e a lucratividade:

SEO técnico é um tipo oculto de otimização de mecanismo de pesquisa. Nesse sentido, é invisível aos olhos dos compradores, mas garante que seu site seja otimizado para rastreadores, tenha velocidade de site ideal e funcione em dispositivos móveis. Então, o SEO técnico leva a:

  • Melhor engajamento do site, porque seu site é rápido e fácil de acessar;
  • Mais tráfego orgânico porque seu site é mais fácil de rastrear.

Algumas maneiras de melhorar seu SEO técnico para comércio eletrônico incluem:

  • Crie links internos lógicos com seus menus;
  • Envie seu mapa do site para o Google Search Console;
  • Otimize as imagens para carregar rapidamente.

5. Utilize design responsivo

design responsivo
Como melhorar o SEO de um ecommerce? Utilize o modelo responsivo para alcançar essa grande parcela de usuários e potenciais clientes – Foto: Pexels.

Para começar, vale recorrer a uma pesquisa realizada pelo Google, que indica que mais de 50% das pesquisas no Google são feitas em dispositivos móveis. Além disso, somente esse buscador é responsável por mais de 94% das buscas em dispositivos móveis em todo o mundo (Statista).

Diante desse cenário, as práticas recomendadas para sites móveis e indexação que prioriza dispositivos móveis deve estar nos seus planos de curto prazo.

Desse modo, adpitar um design responsivo para seu site de ecommerce pode levar a uma melhor experiência do usuário. Além disso, também a melhores resultados de pesquisa. O índice mobile-first do Google usa a compatibilidade com dispositivos móveis como um sinal de classificação.

6. O blog como ferramenta de conversão:

Ter um blog é mais uma estratégia de como melhorar o SEO de um ecommerce. De fato, pode aumentar a visibilidade do seu site. Assim, garante que os mecanismos de pesquisa considerem seu site confiável para ranquear palavras-chave específicas que se alinham aos interesses e necessidades do seu público.

Desse modo, uma das técnicas para alcançar mais usuários, é o SEO. Permite impulsionar uma estratégia contínua de conteúdo de formato mais longo.

Nesse sentido, cada postagem de blog publicada tem o potencial de:

  • Construa sua reputação como uma fonte confiável;
  • Melhore a autoridade do seu site;
  • Aumente a visibilidade na pesquisa orgânica.

Imagine que você estava abrindo uma empresa que vende itens de casa, desde roupa de cama, até panela. Na busca de ajudar os clientes em potencial a compreender seus produtos, usá-los de maneira mais eficaz e resolver suas necessidade.

Então, se você deseja ser encontrado em mecanismos de busca como o Google, o blog pode ajudá-lo a chegar lá.

Um blog bem escrito proporciona à sua loja um fluxo constante de conteúdo original. Quanto mais pessoas descobrirem seu conteúdo, mais confiável você se tornará como fonte de informação. Isso, por sua vez, ajuda você a ter uma classificação mais elevada.

As empresas de comércio eletrônico muitas vezes têm dificuldades com blogs porque é preciso tempo, esforço e recursos para acertar. Publicar postagens de blog aleatoriamente todos os meses não trará tráfego para o seu site.

No entanto, existem muitas empresas de comércio eletrônico com blogs exemplares bem. Por exemplo, a varejista Natura vende de tudo para cuidados com o corpo, rosto, perfumes, etc. Além disso, a marca também possui um blog, que traz artigos úteis sobre como os leitores podem compreender melhor sobre os ativos dos produtos, e muito mais.

natura
Como melhorar o SEO de um ecommerce? Aposte em um blog que trate de assuntos do nicho do seu negócio, além de tirar dúvidas sobre seus produtos e serviços. – Foto: Natura

Para a Natura, só é inovação se gera impacto positivo:


Para nós, inovação é gerar impacto positivo na sociedade e no planeta por meio dos novos produtos, experiências e serviços criados para promover o bem estar bem em toda a nossa rede de relações. Somos um grande laboratório de inovação e convidamos você a se conectar com a gente.

Você também pode se interessar por:

7. Link building como estratégia de autoridade de marca

Dentre tantas estrágias de SEO para qualquer marca, uma fundamental é o link building. Tendo em vista o peso desse aspecto, não deixe de lado se você deseja aprender a como melhorar o SEO de um ecommerce.

Um dos componentes mais antigos do algoritmo do Google é o PageRank. É um sistema que busca entender a qualidade de uma página observando quantos links ela recebe de outros sites.

O Google usa o número, a qualidade e a relevância dos links de uma página para avaliar sua confiabilidade. Como resultado, novos sites com poucos links têm menos autoridade aos olhos dos motores de busca. Embora o tempo possa resolver isso, construir backlinks de qualidade pode ajudar o Google a reconhecer sua autoridade com mais rapidez.

Sites respeitados .com, .gov e .edu tendem a fornecer mais autoridade quando fornecem um backlink. Assim, links de sites grandes e bem classificados que operam em seu nicho são particularmente lucrativos.

Uma das melhores maneiras de abordar a construção de vínculos é focar em parcerias. Determine qual conteúdo você pode criar que agregará valor a outros sites. Se você puder fazer algo que outras pessoas queiram usar, elas geralmente citarão seu conteúdo com um link.

Guest posts:

Os guest posts pode ser uma forma funcional de construir backlinks, desde que o conteúdo que você cria para outros sites seja relevante para seus usuários. Faça algumas pesquisas de palavras-chave de ecommerce e analise backlinks com ferramentas para encontrar sites em seu nicho que sejam receptivos a eles.

Menções de marca:

Outra forma de construir backlinks para sua loja de comércio eletrônico é por meio de menções à imprensa. Desde construir uma lista de imprensa ou contratar uma empresa de relações públicas.

Dicas paras os profissionais de SEO para aprender a como melhorar o SEO de um ecommerce:

SEO para comércio eletrônico pode parecer uma tarefa enorme, certo? Ainda mais se o site do seu cliente é repleto de toneladas de produtos. Sim, pode levar algum tempo, mas você pode acelerar o processo com uma estratégia sólida.

1. Priorize as páginas:

Identifique questões como: Quais páginas do seu site recebem mais tráfego?

Comece com elas. Além disso, se você deseja que as pessoas se concentrem em um produto específico ou principal, otimize primeiro esse produto.

2. Crie um fluxo de trabalho:

SEO exige que você atenda a muitos requisitos específicos. Escolher palavras-chave, adicionar metadados, nomear suas imagens corretamente, adicionar atributos alternativos de imagem e incorporar palavras-chave relacionadas. Tudo se enquadra nesta categoria.

3. Analise a concorrência:

Sua estratégia de SEO para comércio eletrônico deve ser projetada para superar a concorrência. Desse modo, observe os sites dos principais concorrentes e confira seus esforços de SEO. A ideia chave é: identifique maneiras de tornar o seu melhor.

4. Acompanhe com CRO:

A sigla CRO significa Otimização da Taxa de Conversão. Nesse sentido, o CRO é um método para aumentar a porcentagem de visitantes do seu site que realizam uma ação desejada (ou, para usar o jargão de marketing, que “convertem”).

As conversões são o Santo Graal do profissional de marketing, mas o termo pode significar coisas diferentes dependendo dos objetivos da sua empresa. Se aumentar as vendas for sua prioridade, as conversões podem significar compras.

No entanto, uma conversão também pode significar:

  1. Inscrever-se para receber conteúdo como e-mails de marketing;
  2. Registro de informações pessoais, como endereço de e-mail;
  3. Passar um certo tempo em seu site;
  4. Download de conteúdo como artigos científicos e relatórios.

6 Melhores ferramentas de SEO para ecommerce

Você precisa das ferramentas certas se quiser que sua estratégia de otimização de mecanismo de pesquisa para comércio eletrônico funcione. Então, a seguir estão alguns dos sites mais úteis para melhorar o SEO on page e off page para obter mais visibilidade.

1. Opti Marketing

O plugin Opti é uma extensão para o WordPress que oferece uma série de funcionalidades relacionadas ao SEO, a fim de aprimorar e otimizar o desempenho orgânico de seus conteúdos. A ferramenta conta com:

  1. Análise profunda de SEO: assim que você instala o plugin Opti, ele realiza uma análise profunda do seu site WordPress, identificando oportunidades de melhoria em relação às melhores práticas de SEO.
  2. Sugestões de otimização: com base na análise, nosso plugin fornece sugestões claras e acionáveis para otimizar seu conteúdo para pessoas e mecanismos de busca, como o Google, por exemplo.
  3. Monitoramento de palavras-chave: ele rastreia o desempenho das palavras-chave relevantes para o seu nicho e fornece relatórios detalhados sobre como elas estão se saindo nos mecanismos de busca.
  4. Correções automatizadas: uma das características mais impressionantes do plugin da Opti é sua capacidade de realizar correções automáticas nas questões de SEO identificadas, economizando tempo e esforço.
  5. Integração com a plataforma Opti: o plugin se integra perfeitamente à plataforma Opti, permitindo uma análise ainda mais profunda e insights precisos.

Assim, com a Opti, vai ficar muito mais fácil aprender a como melhorar o SEO de um ecommerce.

2. Ubersuggest:

Esta é uma ferramenta altamente benéfica para isolar as melhores palavras-chave para seu site de comércio eletrônico. Além disso, para encontrar palavras-chave relacionadas para ajudar a impulsionar sua classificação.

Basta digitar uma palavra-chave relacionada ao seu produto. A ferramenta irá coletar várias fontes na web em busca de informações sobre palavras-chave relacionadas, CPC (custo por clique), volume de pesquisa e muito mais.

ubersuggest
O Ubersuggest permite que você obtenha informações sobre as estratégias que estão dando mais certo em outros sites no seu nicho – Foto: Ubersuggets.

3. Ahrefs

Utilize o Ahrefs para otimizar e rastrear sua estratégia de SEO para comércio eletrônico. Nesse sentido, a ferramenta é ótima para encontrar backlinks para o seu site e também para os sites dos seus concorrentes. Se alguém criou um link para o seu concorrente, você poderá conseguir um link para o seu próprio site enviando um e-mail para essa pessoa. Assim, ofereça-se para criar um link para o site dele e, em seguida, sugira uma de suas postagens de alta qualidade na qual o público possa estar interessado.

ahrefs
Ahrefs é um software de SEO que contém ferramentas para link building, pesquisa de palavras-chave, análise de concorrentes, rastreamento de classificação e auditorias de sites. – Foto: Ahefs

4. MOZ

MOZ é a ferramenta ideal quando você deseja rastrear e encontrar palavras-chave. Além de encontrar oportunidades de construção de links e analisar as métricas das páginas dos concorrentes. Nesse sentido, existem versões gratuitas e pagas, para que você possa decidir quanto poder precisa para alimentar sua campanha de SEO para ecommerce.

moz
Moz oferece software, vídeos educacionais e conselhos comunitários para ajudar as pessoas a se tornarem mais proficientes em SEO. – Foto: MOZ

5. Semrush

Com SEMrush, você pode identificar tendências que ocorrem em seu nicho de mercado. Assim, a ferramenta audita seu SEO on page e ajuda a melhorar suas páginas. Desse modo, permite que você entenda melhor sua página e otimize-a para SEO para melhor geração de leads.

semrush
Se você tem experiência ou conhecimento limitado, SEMrush facilita a compreensão e o uso do SEO – Foto: SEMrush.

6. ScreamingFrog

ScreamingFrog é ótimo para encontrar problemas em seu site, como links quebrados, meta descrições ausentes e conteúdo duplicado. Ao identificar esses problemas, crie redirecionamentos ou adicione conteúdo ausente para não ser penalizado nos motores de busca. Entretanto, a versão gratuita oferece muitas ferramentas úteis, mas se você tiver mais de 500 extensões de URL, talvez queira atualizar para premium.

screaming frog
Links quebrados podem afetar seu SEO, afetando o tempo na página, as taxas de rejeição, passando o valor do link e sugerindo que seu site é antigo e desatualizado – Foto: ScreamingFrog.

Por que escolher a Opti?

Conhecer os melhores plugins para SEO ajuda os profissionais de marketing a otimizarem cada vez mais os seus conteúdos, de forma prática, simples e automática. Por isso, contar com uma solução técnica que te auxilia nas melhores estratégias faz grande diferença no marketing digital, sobretudo para ranquear nos buscadores. 

Assim, e você busca implemetar estratégias de como melhorar o SEO de um ecommerce, a Opti pode ser a ferramenta ideal para você.

opti marketing
A Opti Marketing é a sua ferramenta completa e inteligente de marketing digital, com acompanhamento de SERP e monitoramento de palavras-chave – Foto: Opti.

Então, conheça a Opti, a ferramenta especializada em SEO e monitoramento automático de SERP. Com a Opti, você consegue produzir conteúdo otimizado para algoritmos e pessoas. Afinal, nós te oferecemos diversas vantagens e funcionalidades úteis para sua rotina no mundo do marketing digital, como:

  • Monitoramento automático da SERP;
  • Histórico de ranqueamento de keywords;
  • Análise de SEO integrada ao WordPress;
  • Suporte especializado multicanal e muito mais.

Então, invista agora no seu desempenho em marketing digital com a Opti. Confira todos os recursos da ferramenta e não perca o período de teste grátis.

Esse artigo foi útil?

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Como você achou esse post útil...

Let us improve this post!

Lamentamos que este post não tenha sido útil pra você.

Conteúdos relacionados

Supere a concorrência
na SERP do Google

Receba dicas gratuitas de SEO
na sua caixa de entrada!

Como funciona plugin Opti